A expectativa para o próximo ano, que já está chegando, é de que a DUIMP – Declaração Única de Importação reduza os prazos e facilite a inclusão de novos produtos no sistema da Receita Federal.

O catálogo de produtos, disponível dentro da DUIMP, pretende profissionalizar o sistema, além de trazer confiança e celeridade aos processos realizados nas transações de Comércio Exterior.

Neste artigo, vamos abordar os outros benefícios do catálogo de produtos e como ele deve trazer facilidade para a importação de mercadorias, no Brasil. Acompanhe a leitura!

O que é o catálogo de produtos?

Com o objetivo de auxiliar o preenchimento das informações da DUIMP, o catálogo de produtos vai acelerar o processo de importação. Cada importador pode preencher o catálogo com as informações detalhadas do produto ou mercadoria abastecendo o banco de dados do governo.

Por meio das informações cadastradas, será possível informar ao importador se o produto está sujeito ao controle de algum órgão anuente. Em seguida, o Módulo de Licenciamento poderá ser solicitado para obter a licença necessária.

Novidades do catálogo de produtos

Além dos benefícios citados e da possibilidade de ter uma organização diferenciada quanto aos produtos importados, o catálogo permite ainda anexar fotos e documentos que vão certificar as informações cadastradas.

Esse banco de dados vai minimizar os riscos e evitar erros no processo de importação.

Qual é a estrutura do catálogo de produtos?

Dentro da DUIMP, o catálogo de produtos é composto pelas seguintes telas:

  1. Dados básicos
  2. Atributos
  3. Anexos
  4. Histórico

O preenchimento exige o CNPJ da empresa, código interno do produto, descrição da mercadoria e informações referentes ao país do fabricante.

Há ainda um campo para detalhamento da mercadoria, a fim de garantir seus atributos e evitar possíveis fraudes nas importações.

Por que as empresas devem conhecer o catálogo de produtos?

Como já dissemos anteriormente, o catálogo de produtos vai facilitar o preenchimento da DUIMP e informar se o produto ou mercadoria precisa de anuência. O banco de dados vai trazer informações detalhadas sobre o produto e evitar erros comuns nas operações de importação.

Como o próprio importador é o responsável por gerenciar o banco de dados, ao solicitar a licença de importação, o sistema trará todas as informações necessárias, de forma rápida e assertiva.

Desta forma, é importante conhecer o sistema e suas particularidades para que todas as informações prestadas estejam de acordo com o exigido, evitando correções e falhas posteriores que sempre resultam em novos custos para o empresário.

A ideia é otimizar o processo e garantir que as falhas sejam reduzidas, facilitando o processo de importação.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre o catálogo de produtos, entre em contato com a Broker Comex! Nossos especialistas também podem orientar quanto ao preenchimento do sistema e informar sobre atributos e detalhes dos campos solicitados.

A Broker Comex é especialista em assessoria aduaneira e possui ações personalizadas para cada tipo de transação.